17 de junho de 2012

Moral

Moral, muitos se arrepiam quando ouvem esta palavra, já a ligam com religiosidade, regras e leis.
Lendo alguns textos sobre o que falam de conceito de moral, penso que nada mais é do que fazer a coisa certa independentemente de credo, “raça” ou posição social. Porém, será que a moral vale pra todos igualmente ou cada segmento da sociedade tem sua moral?
Se moral for ligada com o instinto humano, de se saber o que é certo ou errado, pela consciência, então não precisaríamos de leis ou regras para seguir, bastaria pensarmos e raciocinarmos o prejuízo que a ação causaria e decidirmos fazer ou não a ação, ou o contrário, o benéfico que ela causaria.
Então quem decidiu escrever as regras? Porque as fez? Se podemos discernir o que é bom ou mau?
E também o que é certo pra mim é certo para todos? O que é bom pra mim é bom pra todos? Talvez seja por isso as leis e regras, para reunir o que é bom pra maioria e não somente para um determinado  grupo ou pessoa.
Também por isso o conflito de ideias, o querer quebrar regras, não querendo seguir determinado pensamento, quando não se concorda com o que foi determinado, mas eu diria que ao quebrar uma regra acabamos caindo em outra, não há como escapar.
Eu diria que se não gostamos ou seguimos as regras para o todo, acabamos criando nossas próprias, e ai o perigo de querermos que outras pessoas as sigam, nos tornando iguais a todos novamente.

Share this


0 Comments