6 de agosto de 2011

É só o amor, é só o amor....

É só o amor, é só o amor...
Como assim? O que é o amor?
O amor já inspirou e nos dias de hoje parece que seu prazo expirou.
No nosso idioma o amor pode significar muitas coisas não como no grego que separa três formas de amor: eros, filia e ágape.
O primeiro, eros, se referindo ao amor carnal, homem e mulher, o amor sexual; já o segundo, filia, o amor da amizade e por fim o amor doação, divino, perfeito, ágape.
Para nós fica tudo misturado, todas as formas de amor e de amar, é só reparar nas ‘belas’ letras de centenas de músicas que tocam por ai.
Eu te amo, todos parecem querer ouvir essa declaração, porém ela dita sem a ação do amor torna-se vazia. De que adianta dizer eu te amo se nas atitudes faço o contrário?
Porque o pai diz que ama seu filho se não tem tempo para amá-lo?
Porque os namorados, e principalmente os casados, dizem amar-se, mas na primeira dificuldade, desentendimentos já querem a separação?
Porque o patrão diz amar seus funcionários que são o maior bem de sua empresa, mas não divide os lucros com eles?
O amor, muita propaganda e pouca realização, parece até promessa política.
Pensar bem antes de dizer eu te amo porque isso compromete.
Eu encontrei a resposta do que é o amor, na teoria, mas sempre buscando vive-lo na vida.
(Isso foi colocado com muita propriedade na música Monte Castelo por Renato Russo, inspirada adaptação de trecho da 1ªcarta de São Paulo aos Coríntios, cap. 13, mesclado a trechos de um soneto de Luiz Vaz de Camões ).
Então não tenhamos medo de AMAR mesmo que isso pareça fora de moda, impossível, coisa de frouxo, frescura...
Amar faz bem pra saúde, de quem recebe o amor e de quem dá amor.



Share this


9 Comments
avatar

Também acho que o amor é misturado. Quando amamos alguém, somos amigos primeiro e isso evolui e sentimos necessidade do amor carnal e normalmente ele se torna divino.Estou falando do amor verdadeiro entre um casal. Quando fica na teoria e em casos nem frase "eu te amo" é dita e os atos são confusos e contraditórios parecendo que sim e não, numa indecisão horrorosa. Acho que há diversos medos envolvido e que se não for superado o afastamento será inevitável e acredito que será uma perda para todos, porque a humanidade perde também. Acredito muito nas energias em que dois seres que se amam verdadeiramente apesar de todos os obstáculos (e ás vezes parecem muito difíceis) ficam juntos.Espero que todos nós possamos superar esse medo de amar. Como você disse: "Amor faz bem pra saúde, de quem recebe o amor e de quem dá amor". Mas eu pessoalmente não tenho medo de amar, tenho medo da rejeição. Acho que eu me sentiria ridícula! Beijos e adorei o texto. Ah, estou te seguindo aqui! Namastê!

Reply
avatar

Bom dia, permita-me...
Quem ama não se preocupa consigo, e sim com outro, cujo reflexo está na sua felicidade de amar.
O verdadeiro amor é despojado da vaidade, seu único objetivo é despertar em nós uma adormecida felicidade, para que seja fraterna e duradoura, como a luz eterna...! seja feliz!

Reply
avatar

Amor é se doar... E quanto mais tu te doas, mais tens para dar!
Amor é fonte que não sexa nunca, se secar é porque não era AMOR!
Parabéns!

Reply
avatar

Amar é .... querer a felicidade do outro tanto ou mais do que a sua. Independente de estarem juntos ou...não!!!

Parabéns, belo post!

Bom findi

Ana

Reply
avatar

Amar é... viver a vida intensamente, aqui, ali, em qualquer lugar! =D

Reply
avatar

O AMOR É UM SENTIMENTO SUBLIME QUE SUPERA PROBLEMA E DIFERENÇAS, RESISTE O TEMPP E SE FORTALECE COMOA DISTÂNCIA !!

Reply
avatar
ANAGUIMARES FERREIRA SILVA 6 de agosto de 2011 17:03
delete

Eu quero que ador não exista, que avida floreça , vendo o amor triufar !!

Reply
avatar

A banalização do amor, mas o amor verdadeiro ainda existe.

Reply
avatar

OAMOE É UM SENTIMENTO TÃO NOBRE E BONITO É DELE QUE EU ME ALIMENTO É NELE ACREDITO , OAMOE ÉUMA FLOR NASCE NO CHÃO DA VERDADE E QUEM PLANTA SI VE COLHER FELICIDADES

Reply